Como é o Natal em...? Estatísticas curiosas de consumo e produção sazonais de todo o mundo

  • By Sobre a Domino
  • dezembro 03, 2021
  • Geral
Saiba mais

O Natal está a aproximar-se e, para alguns, o período festivo poderá assumir contornos um pouco diferentes este ano. Se verificar que as comidas, os snacks e as iguarias tradicionais de Natal estão esgotados este ano ou se precisar de ideias para presentes alternativos, os escritórios da Domino de todo o mundo têm algumas ideias que incluem alimentos e bebidas.

Este artigo acompanhá-lo-á numa viagem às interessantes tradições de festa e às deliciosas iguarias de Natal de todo o mundo, destacando algumas estatísticas curiosas de produção e consumo sazonais. Quaisquer que sejam os seus planos para celebrar a época festiva este ano, cuide-se e mantenha-se em segurança, e dedique um momento a pensar em todos os fornecedores, fabricantes, trabalhadores na área de logística e revendedores que trabalham para assegurar o stock das prateleiras do supermercado não apenas no Natal, mas durante todo o ano.

Como é o Natal em França?

Uma das iguarias de Natal mais populares em França, o bûche de Noël ou tronco de Natal, conta uma lenda interessante sobre a história do Natal no país. Atualmente, o bûche de Noël é um tipo de sobremesa feito de bolo de chocolate enrolado, recheado com creme de pasteleiro e coberto ou decorado de forma a assemelhar-se a um tronco de madeira, mas nem sempre foi assim.

Originalmente, o bûche de Noël era um tronco verdadeiro, que era levado para casa na véspera de Natal e era queimado lentamente durante 12 dias, até à Epifania a 6 de janeiro. Dizia-se que a cerimónia significava boa sorte para o ano seguinte. Em diferentes regiões, o tronco era borrifado com substâncias distintas, incluindo vinho e sal, para que as chamas da fogueira tivessem uma cor diferente. Como as lareiras tradicionais passaram a ser menos comuns, a tradição foi sendo lentamente substituída por alternativas de decoração e pelo bûche de Noël comestível.

O bûche de Noël não é o único bolo festivo saboreado em França. A 6 de janeiro, as famílias francesas deliciam-se com um galette des rois ou bolo-rei francês, para marcar o dia da Epifania e a chegada dos Três Reis Magos. O galette de rois é composto por duas camadas de massa folhada redonda com recheio de creme de amêndoa. Todos os anos comem-se mais de 32 milhões de galettes des rois em França, e as sondagens indicam que 94% das pessoas em França comem, pelo menos, uma fatia por ano[1].

kisoulou-meIw33_r6Wo-unsplash

Como é o Natal na Alemanha?

Na Alemanha, o Natal é uma celebração bastante importante, sendo feriado nos dias 25 e 26 de dezembro. Muitas das tradições de Natal modernas têm as suas raízes na Alemanha, nomeadamente as árvores de Natal, que são comuns no país desde o século XVI, e os mercados de Natal, que são agora frequentes em toda a Europa, com iguarias e snacks tradicionais alemães, como os Pretzels, o bolo Stollen, os crepes, o vinho quente Glühwein e as salsichas Bratwurst.

Outra iguaria típica de Natal é o Pai Natal de chocolate ou Schokoladennikolaus. Estas figuras de chocolate ocas são habitualmente oferecidas como lembranças durante a época festiva. Surpreendentemente, a Alemanha é a maior produtora de chocolate da União Europeia. Em 2017, a UE produziu cerca de 4 milhões de toneladas de chocolate, dos quais 1,3 milhões de toneladas, ou 32%, tiveram origem na Alemanha,[2]. em comparação com apenas 0,3 milhões de toneladas da Bélgica. Em 2020, a produção total de chocolate incluiu cerca de 151 milhões de Pais Natal de chocolate,[3]. o que se traduz em 1,8 figuras por cada uma das pessoas na Alemanha.

brandt-chocolate-christmas

Como é o Natal nos Países Baixos?

Nos Países Baixos, as principais celebrações de Natal ocorrem nos dias 25 e 26 de dezembro. As casas e os jardins são decorados com luzes de Natal, muitas famílias colocam uma estrela do advento cintilante nas suas janelas e, naturalmente, todas as casas têm uma árvore de Natal totalmente decorada. As celebrações de Natal concentram-se em conviver com a família e amigos a apreciar as comidas típicas do Natal. Algumas das comidas que são bastante consumidas durante a época festiva incluem o pão de Natal Kerststol, as bolachas em coroa de Natal Kerstkransjes e os biscoitos de especiarias recheados Gevulde Speculaas.

No dia 25 de dezembro, as famílias neerlandesas reúnem-se para partilharem uma grande ceia de Natal, que é frequentemente composta por um banquete denominado gourmetten onde cozinham a sua própria comida. Na ceia de Natal gourmetten, da palavra francesa "gourmandises", que significa "iguarias", é disposta na mesa uma grande chapa elétrica para utilização no interior, com diversas panelas em miniatura que os convidados podem utilizar para grelhar carnes, vegetais e ovos. A refeição é servida com molhos e acompanhamentos diferentes e é uma excelente forma de servir um grupo grande e garantir que todos comem o que gostam. Os molhos de acompanhamento mais populares incluem o molho de alho, o molho de whisky e o molho de amendoim[4]. Quatro em cinco, ou 80% dos neerlandeses, sentam-se à mesa para a ceia gourmetten no Natal[5].

Como é o Natal em Portugal?

Uma das tradições portuguesas de Natal mais adoradas é a preparação do presépio. A maioria das famílias em Portugal tem um presépio em casa, que inclui diversas peças e figuras, algumas delas feitas à mão ou passadas ao longo de gerações. Muitas famílias incluem objetos da natureza, nomeadamente paus, pedras e musgo, para conferir ao presépio um aspeto mais natural.

A principal celebração de Natal em Portugal decorre na noite de 24 de dezembro, prolongando-se pela madrugada. A típica consoada é composta por um prato de bacalhau, couve, batatas e ovos cozidos, uma refeição relativamente humilde de acordo com os padrões portugueses. Os portugueses adoram o seu bacalhau, pelo que não é de admirar que este peixe seja o elemento central da celebração de Natal. O bacalhau representa aproximadamente 38% da procura nacional de peixe em Portugal. No entanto, curiosamente, este peixe não existe nas zonas costeiras deste país, pelo que a maioria é importada. Todos os anos, o país importa aproximadamente 100 000 toneladas de bacalhau salgado da Noruega[6] e cada pessoa em Portugal consome, em média, 61,5 kg de bacalhau por ano, comparativamente à média global de 22,3 kg[7].

Como é o Natal em Espanha?

A época festiva em Espanha é celebrada a partir de 24 de dezembro, momento em que as famílias e amigos se reúnem à mesa para partilharem uma refeição de Natal sumptuosa, prolongando-se as festividades até à Epifania a 6 de janeiro. No dia 31 de dezembro, Espanha entra no novo ano com uma tradição curiosa: quando o relógio bate as 12 badaladas, é habitual comerem 12 uvas passas, uma por cada badalada. O consumo de uvas passas é sinal de boa sorte para o ano seguinte.

A Espanha é uma das maiores produtoras de uvas da Europa, com 975 milhões de hectares dedicados ao cultivo de uvas em 2016. Apesar da grande quantidade de uvas passas consumidas todos os anos na noite de Passagem de Ano, apenas 2% das uvas espanholas são cultivadas para consumo. Cerca de 97,4% das uvas destinam-se à produção de vinho, incluindo a produção de outro favorito do Natal, o vinho espumante Cava[8]. 

Christmas image_6_JedOwen smaller

Como é o Natal na Suécia?

O Natal na Suécia é celebrado durante o mês de dezembro e, tradicionalmente, até ao dia de São Canuto a 13 de janeiro, decorrendo a celebração principal no dia 24 de dezembro. As casas são decoradas com árvores de Natal verdadeiras, luzes brancas suaves, grandes quantidades de velas e um bode feito de palha, conhecido como halmbock. Às 15h00 do dia 24 de dezembro, as famílias reúnem-se para verem várias cenas de filmes da Disney na televisão nacional sueca, sendo este especial emitido sem quaisquer alterações desde 1959. O Kalle Anka, como é conhecido, é um dos eventos do ano mais populares da televisão, visto por aproximadamente 40–50% do país[9].

A 24 de dezembro, os suecos deliciam-se geralmente com uma refeição conhecida como julbord, a sua principal refeição festiva. A julbord, que significa "mesa de Natal", é um grande banquete com vários alimentos essenciais da cozinha sueca servidos em vários pratos. Uma julbord típica inclui peixe, queijo, carnes e sobremesas. Os acompanhamentos típicos presentes na mesa de Natal incluem as tradicionais almôndegas suecas, um prato delicioso que é famoso em todo o mundo graças à sua inclusão nos restaurantes das lojas IKEA. As conservas de arenque estão também presentes em abundância nos pratos de peixe. De facto, as conservas de arenque são um produto essencial na Suécia ao longo do ano. Em 2018, o consumo de conservas de arenque per capita na Suécia atingiu 2,4 kg[10].

Como é o Natal no Reino Unido?

O Natal é uma grande celebração no Reino Unido, celebrado por mais de 90% da população. A maioria das famílias tem uma árvore de Natal em casa, geralmente um pinheiro ou abeto, e o momento da sua decoração é um evento familiar. O azevinho, a hera e o visco são frequentemente utilizados para criar decorações festivas.

As tartes mince pie são uma das iguarias de maior destaque no Reino Unido, estando presentes nos menus da época festiva desde o século XVI. Feitas originalmente com uma mistura de carne adocicada e condimentada com especiarias, as tartes dos dias de hoje são recheadas com diversas frutas e condimentadas com brandy e especiarias, incluindo cravinho, noz-moscada e canela. As mince pies estão geralmente à venda durante a época festiva no Reino Unido, sendo disponibilizadas pelos revendedores a partir do início de outubro. Apesar disto, todos os anos são consumidos aproximadamente mil milhões de mince pies no Reino Unido, o que equivale a 19 tartes por pessoa[11].

Mince pies-Mariha-kitchen-shutterstock smaller

Como é o Natal na China?

O Natal não é um feriado nacional na China, local onde os cristãos representam apenas 1,8% da população do país[12].Dito isto, uma boa percentagem de pessoas na China celebra o Natal de alguma forma, seja a conviver com amigos ou família ou a ir a festas em restaurantes e bares de karaoke. Atualmente, muitos estabelecimentos de retalho e centros comerciais são transformados durante a estação, com luzes brilhantes e decorações festivas.

Uma tradição de Natal curiosa e divertida na China é a oferta de maçãs na véspera de Natal, porque "maçã" e "véspera de natal" são pronunciados de forma semelhante em mandarim. As maçãs são vendidas embaladas nas lojas e são frequentemente impressas mensagens com palavras como "amor" e "paz". Devido à crescente popularidade da tradição de oferta de maçãs, não é de admirar que a China seja o principal consumidor de maçãs do mundo, consumindo mais de 30 milhões de toneladas por ano[13].

Como é o Natal na Índia?

A Índia é uma sociedade plural, em que todas as festas importantes associadas às diferentes crenças são celebradas pelas pessoas com entusiasmo. É possível assistir às celebrações de Natal por todo o país, em que muitos indianos decoram as suas casas para a ocasião com luzes cintilantes e decorações brilhantes. É também comum para as famílias decorarem uma árvore de Natal com uma grande estrela.

As comidas típicas de Natal na Índia incluem snacks e iguarias doces, nomeadamente o bolo de Natal, um bolo de frutas rico e decadente, condimentado com especiarias indianas, incluindo cravinho e canela. Não são só os cozinhados indianos que beneficiam destes condimentos doces. A canela é sinónimo de Natal e a Índia é um dos únicos locais do mundo que produz a muito valorizada canela do Ceilão.

Existem dois tipos de canela globalmente: a cássia, da árvore Cinnamomum cassia originária da China, Indonésia e Vietname; e a canela do Ceilão ou canela "verdadeira", proveniente da casca interna da árvore Cinnamomum verum que cresce no Sri Lanka e em algumas partes do sul da Índia. Aproximadamente 70% da canela global é cássia. No entanto, a canela do Ceilão é muito mais reconhecida, tendo um preço muito mais elevado nos mercados globais. Em 2020, a Índia exportou canela no valor de 9,7 milhões de dólares[14] para países como os EUA, o Canadá, a Austrália, o Reino Unido e a Nova Zelândia.

Christmas image_3_MarkLamchuck

Como é o Natal na Coreia do Sul?

O Natal não é considerado uma grande festa na Coreia do Sul, local onde os cristãos representam apenas 29% da população total[15]. No entanto, a Coreia do Sul é o único país da Ásia Oriental que reconhece o Natal como um feriado nacional, pelo que muitos cidadãos assinalam a ocasião de alguma forma. Para muitos significa conviver com a família e apreciar uma fatia de bolo de Natal. Na Coreia do Sul, pode ser qualquer tipo de bolo, incluindo cheesecake, bolo de chocolate e bolo de natas, desde que tenha uma decoração de Natal no topo.

Uma tradição festiva muito mais relevante na Coreia é o Ano Novo Lunar, que começa com a primeira lua nova do calendário lunar e termina na lua cheia 15 dias mais tarde. As datas variam de ano para ano, mas esta festividade ocorre geralmente entre 21 de janeiro e 20 de fevereiro de acordo com os calendários ocidentais. Um presente bastante popular, e um pouco curioso, oferecido no Ano Novo Lunar na Coreia do Sul é o Spam (carne de porco cozinhada enlatada).

Na verdade, a Coreia do Sul é o segundo maior consumidor de Spam do mundo, logo após os Estados Unidos[16].. Uma das principais cadeias de lojas alimentares do país, a CJ CheilJedang, afirma ter vendido aproximadamente 1,2 mil milhões de latas de 200 g de Spam desde que o produto existe, o que equivale a 24 latas por pessoa na Coreia. As ofertas de Spam representam 60% das vendas anuais[17].

Como é o Natal nos Emirados Árabes Unidos?

Os Emirados Árabes Unidos, com a sua grande comunidade de expatriados, orgulham-se do seu multiculturalismo. Assim que se aproxima a época festiva, os shoppings dão lugar a cenários mágicos, decorados com luzes cintilantes e árvores de Natal.

Os que passam o Natal nos Emirados Árabes Unidos terão certamente um programa repleto de eventos e atividades de festa para miúdos e graúdos, almoços e jantares extravagantes e uma boa dose de sol de inverno. Todos os anos, o shopping Mall of the Emirates no Dubai recebe o maior bolo Stollen do mundo. Em 2020, o bolo de 700 metros foi colocado à venda para os visitantes do shopping, tendo todas as receitas sido doadas ao Centro de Necessidades Especiais do Dubai[18].

Christmas image_1_JenniferPallian smaller

Como é o Natal no México?

O Natal é uma grande celebração no México, em que as festividades ocorrem entre 12 de dezembro e 6 de janeiro, o dia da Epifania. Embora tradições como as árvores de Natal se tenham tornado mais populares no México ao longo dos anos, os presépios (ou Nascimientos) são complementos muito mais comuns em todas as casas. A principal refeição de Natal é servida a 24 de dezembro, quando as famílias se reúnem para degustarem uma variedade de pratos, sendo o mais comum o peru assado.

No México, as maçãs também são apreciadas como parte das festividades de Natal, ainda que o país seja apenas o 20.º maior produtor do mundo, tendo produzido cerca de 761 mil toneladas de maçãs em 2019[19] Uma parte significativa destas maçãs é utilizada na produção de sidra alcoólica gaseificada, uma bebida tradicional utilizada pelos mexicanos para brindar ao Ano Novo. No México, a sidra que é consumida em dezembro esteve em fermentação durante um ano, pelo que, este ano, o país irá deliciar-se com sidra de maçã da colheita de 2020.

Como é o Natal na América do Norte?

O Natal é largamente celebrado na América do Norte, em que cerca de 90% dos americanos[20] e 87% dos canadianos[21] se juntam para as celebrações festivas. As árvores de Natal são uma tradição popular em ambos os países, a par das coroas e das grinaldas feitas de folhagens da estação, incluindo bagas e pinhas.

As bengalas doces são uma popular iguaria de Natal na América do Norte. Feitas de xarope de açúcar branco endurecido, com riscas verdes ou vermelhas, e com os sabores de hortelã-pimenta e wintergreen, estes doces em forma de bengala são sinónimo de Natal e são usados com frequência para decorar árvores ou oferecer como lembrança.

Nos EUA, as bengalas doces são os doces de Natal mais vendidos, sendo produzidos em massa todos os anos por grandes fabricantes e também por empresas familiares. No total, são produzidos todos os anos cerca de 1,7 mil milhões de bengalas doces nos EUA,[22] ocorrendo 90% das vendas entre o dia de Ação de Graças e o dia de Natal. Em termos comparativos, no Canadá, a maioria das bengalas doces é produzida por um só fabricante, a Karma Candy, que fica situada em Hamilton, no Sul de Ontário. A empresa começa a aumentar a produção em março todos os anos, produzindo aproximadamente 1 milhão de bengalas doces por dia[23].

Christmas image_2_Michelle

Como será o seu Natal este ano?

Esperamos que este artigo lhe tenha proporcionado um pouco de alegria festiva e alguns bons motivos de reflexão sobre o imenso trabalho executado pelos fornecedores, fabricantes, trabalhadores na área de logística e revendedores para a realização do Natal ano após ano por todo o mundo. Desta forma, quer opte por se deliciar com uma fatia de bûche de Noël, uma mince pie (ou 19) ou uma fatia de bolo de Natal, este ano lembre-se de brindar (com Cava ou sidra gaseificada) a todos os heróis da cadeia de abastecimento de todo o mundo.

Feliz Natal de todos na Domino.

 
[1] https://www.connexionfrance.com/French-news/France-celebrates-with-traditional-galette-des-rois-treat-for-Epiphany-January-5-and-6
[2] https://ec.europa.eu/eurostat/web/products-eurostat-news/-/EDN-20190417-1
[3] https://www.statista.com/statistics/987656/chocolate-santas-production-germany/
[4] https://www.quest.nl/maatschappij/cultuur/a25625372/10-dingen-over-gourmetten/
[5] https://www.coolesuggesties.nl/vier-op-vijf-nederlanders-zoeken-kerstpret-bij-gourmet/
[6] https://www.fishfarmingexpert.com/article/portugal-ndash-a-seafood-friend-in-south/
[7] https://ec.europa.eu/jrc/en/news/how-much-fish-do-we-consume-first-global-seafood-consumption-footprint-published
[8] https://www.foodswinesfromspain.com/spanishfoodwine/wcm/idc/groups/public/
documents/documento_anexo/mde3/nzcw/~edisp/dax2017770176.pdf
[9] https://slate.com/culture/2009/12/sweden-s-bizarre-tradition-of-watching-donald-duck-kalle-anka-cartoons-on-christmas-eve.html
[10] https://www.statista.com/statistics/561904/per-capita-consumption-of-canned-herring-in-sweden/
[11] https://tasteat55.co.uk/2020/12/22/nations-mince-pie-eating-habits-revealed-the-south-west-scoffs-the-most-mince-pies-in-the-uk/
[12] https://news.cgtn.com/news/2019-12-24/What-is-Christmas-like-in-China--MGBWlxQc48/index.html
[13] https://www.helgilibrary.com/indicators/apple-consumption-total/
[14] https://www.worldstopexports.com/cinnamon-exporters/
[15] https://thediplomat.com/2016/04/christianity-and-korea/
[16] https://www.npr.org/sections/thesalt/2015/04/08/396759474/spam-in-korea-it-s-not-junk-meat-it-s-a-luxury-treat?t=1632386730062
[17] https://www.hormelfoods.com/newsroom/in-the-news/spam-hits-sales-record-in-korea/
[18] https://uaenews4u.com/2020/12/10/mall-of-the-emirates-kempinski-celebrate-the-15th-year-anniversary-of-stollen-charity-cake-sale/
[19] https://www.statista.com/statistics/912084/mexico-apple-production-volume/
[20] https://www.pewresearch.org/fact-tank/2017/12/18/5-facts-about-christmas-in-america/
[21] https://abacusdata.ca/celebratingchristmassurvey_abacusdata_canada-poll/
[22] https://www.candystore.com/blog/holidays/christmas-candy-popular-states/
[23] https://globalnews.ca/news/3143416/a-peak-inside-karma-candy-canadas-only-candy-cane-factory/

Imagem 1 – Foto de Kisoulou da Unsplash

Imagem 3 – Foto de Jed Owen da Unsplash

Imagem 4 – Foto de Mariha-Kitchen da iStock

Imagem 5 – Foto de Maks Iamchuk da Unsplash

Imagem 6 – Foto de Food Photographer | Jennifer Pallian da Unsplash

Imagem 7 – Foto de Michelle da Unsplash

Featured Articles

NECESSITA DE MAIS INFORMAÇÕES?

Saiba como a experiência da Domino líder na indústria pode ajudar a sua atividade hoje Saiba mais